1 Outubro, 2016 - 18:11 Conservatório Bomfim

22-23 janeiro, 2022 - Braga

Um dia com Quarteto de Cordas de Matosinhos

Nos dias 22 e 23 de janeiro o Quarteto de Cordas de Matosinhos estará a presente no Conservatório Bomfim para uma masterclass dedicada aos seguintes instrumentos: violino, viola d’arco e violoncelo. O concerto de encerramento da atividade terá lugar no dia 28 de janeiro, pelas 19h no Auditório José Sarmento, Conservatório Bomfim.

Inscrições e mais informações através deste FORMULÁRIO, até ao dia 20 de janeiro.

Quarteto de Cordas de Matosinhos

Aclamado como um “caso singular de excelência no panorama musical português” (Diana Ferreira, Público, 2010), o Quarteto de Cordas de Matosinhos (QCM) foi criado pela Câmara Municipal de Matosinhos através de um concurso público. Desde 2008 é residente desta cidade, onde desenvolve uma temporada regular de concertos.

Na temporada de 2014-15 o QCM foi escolhido como um dos ECHO Rising Stars, apresentando-se assim em algumas das mais importantes salas de concerto europeias, como o Barbican em Londres, o Concertgebouw em Amesterdão, o Musikverein em Viena, as Philharmonies de Hamburgo, Colónia e Luxemburgo, o Konzerthaus em Dortmund, o Megaron em Atenas ou o Palace of Arts em Budapeste. O QCM apresenta-se também regularmente nas maiores salas de concerto portuguesas, como a Casa da Música, Fundação Calouste Gulbenkian e Centro Cultural de Belém, e colabora com alguns dos mais destacados músicos portugueses, tais como Pedro Burmester, António Rosado, Miguel Borges Coelho, António Saiote, Paulo Gaio Lima e Pedro Carneiro.

Desde a sua criação, o QCM assumiu um forte compromisso com o repertório português para quarteto de cordas, interpretando muitas obras menos conhecidas e abraçando novas obras de compositores contemporâneos: o QCM estreou já mais de 20 novas obras. O outro principal objetivo artístico do QCM vem sendo cumprido com a interpretação em Matosinhos do grande repertório para quarteto de cordas: as obras completas de Mozart e Mendelssohn foram já apresentadas, estando em curso as integrais de Haydn, Beethoven e Shostakovich.

O QCM e os seus membros foram reconhecidos com prémios nos mais importantes concursos musicais nacionais, como o Prémio Jovens Músicos da RDP e o Concurso Internacional de Música de Câmara “Cidade de Alcobaça”. Todos os membros estudaram na Academia Nacional Superior de Orquestra e aperfeiçoaram a sua arte em várias escolas de prestígio, incluindo a Escuela Superior de Música Reina Sofia (Madrid), a Northwestern University (Chicago) e Conservatório de Sion (Suíça). O QCM também realizou formação especializada no Instituto Internacional de Música de Câmara de Madrid, onde estudou com Rainer Schmidt (violinista do Quarteto Hagen), além de trabalhar em masterclasses com membros de grandes quartetos de cordas, como Alban Berg, Lasalle, Emerson, Melos, Vermeer, Kopelman e Talich.

(…) O Oitavo Quarteto de Shostakovich, com que terminou o concerto, foi intenso e emotivo (…) Foi alternadamente espectral, violento e refinado.”
Tim Hofray, em Strad Magazine, 2015

” (…) Quarteto de Cordas de Matosinhos , um conjunto de grande refinamento, capaz de dominar as inúmeras dificuldades a que a música de hoje os desafia, e ao mesmo tempo extrair uma musicalidade cheia de sentido e beleza (…). ”
Paco Yáñez, em mundoclassico.com, 2011

SHARING IS CARING